Monday, March 9, 2009

Miscelânea

miscelânea

do Lat. miscellania


fig.,
mistura de diferentes coisas ou confusão;
mistifório.

#1 literatura
Ensaio Sobre a Cegueira
Uma obra incrivelmente impressionante caracterizadora da condição humana. A cegueira metafórica serve de pretexto a uma análise profunda, crua e chocante dos hábitos e da sociedade humana. Saramago surpreendeu-me muito pela positiva com a sua escrita e espero poder ler mais em breve.


#2 cinema
Nick & Norah's Infinite Playlist
Este filme é a prova de que Juno abriu as portas ao crescimento e industrialização de um novo sub-género, a comédia romântica pseudo-indie. Nick & Norah (...) é só mais um desses filmes cuja banda sonora é composta principalmente de artistas do universo underground e onde o protagonista é um tótó especialista em cultura pop.


#3 música
Dark Was The Night
Uma brilhante colectânea com artistas de topo que servirá para angariar fundos para lutar contra a SIDA. Arcade Fire, The National, Cat Power, Feist entre muitos outros juntaram-se com temas inéditos e participações inesperadas para ajudar esta causa. Absolutamente indispensável.


#4 cinema
Towelhead
O que podia ter sido uma reflexão interessante sobre integração socio-cultural e sobre estereótipos acabou por tornar-se em mais um filme sobre uma adolescente a descobrir a sua sexualidade. Tem cenas interessantes, não digo que não mas num todo esperava uma análise bem mais profunda às dificuldades da emigração e aos choques culturais.


#5 série
Lost
Está já a decorrer a 5ª temporada de Lost e conta já com muitas surpresas e revelações potencialmente chocantes. Os fãs não ficarão desiludidos com esta nova temporada tendo a série assumido finalmente a sua natureza profunda de ficção científica. Muitos mistérios há ainda para desvendar.


#6 cinema
My Blueberry Nights
A visão do realizador Wong Kar Wai é sempre bastante particular. Esta sua primeira investida na americanização não é excepção e pode não agradar a um(a) vulgar fã de filmes românticos. O largo leque de actores conhecidos e facilidade a língua inglesa tornam este filme aconselhável a quem se quer iniciar na arte de Wong Kar Wai. É um filme para ser saboreado... tal como a tarte de mírtilo.


#7 música
sgt. - Stylus Fantasticus
Uns japoneses marados que tocam um post-rock com influências caóticas de jazz. Pessoalmente gostei muito do som deles, é diferente da maior parte das bandas do género que se vê por aí. É habitual os nipónicos terem um condão para fazer a maior parte das coisas de forma diferente e isso volta a verificar-se.


#8 cinema
Tropa de Elite
Este filme e a Cidade de Deus formam, de certa forma, as duas faces de uma mesma medalha. Violento e carregado de emoções, Tropa de Elite é um retrato realista e brutal capaz de impressionar qualquer um. Ainda assim gostei mais da Cidade de Deus.


#9 música
Arcade Fire live @ L'Olympia, Paris
Eu gostava de Arcade Fire, não era um daqueles fãs acérrimos, mas gostava bastante. Depois de ver o DVD com o concerto fiquei absolutamente fascinado por eles e pela sua energia. Fiquei vidrado no ecrã, algumas vezes até arrepiado, durante toda a duração do concerto. Esta actuação despertou em mim a paixão por esta banda canadiana.


#10 cinema
Underground
Kusturica traz-nos novamente a sua visão louca numa situação impossível. Guerra, romance, macacos e bandas balcânicas são alguns dos ingredientes absurdos desta história absurda.
Apesar de o filme estar recheado de momentos loucos e divertidos a sua longa duração acabou por torna-lo, em partes, um pouco maçador.


13bly

3 comments:

Rita said...

Mais um post fantástico! Parabéns! :)

Nelson Magina Pereira said...

Oh, tanta coisa boa que tens para aí. Grande livro aquele primeiro lugar. Já o li a alguns anos atrás e foi sem dúvida dos livros que mais me marcaram.

Cumprimentos.

LoTus Shelby said...

boa posta oh bacano =)